Minha mãe mora numa chácara e até hoje adoça o café antes de colocá-lo na garrafa. É um hábito de cidades pequenas, do interior do Paraná. Nunca o perdeu.

Aqui, na cidade grande, o café nunca está adoçado. Cada um pode adoçá-lo como quiser: com açúcar, três ou quinze gotas de adoçante e, às vezes, até com açúcar mascavo ou chocolate. A cidade grande é o lar do individualismo.

Isso é muito bom; isso é muito ruim.

Anúncios